Açōes da Arte Oceânica

          “ Fragmentos de um Discurso Poético Musical”
Performances- pinturas, poemas, dança e poesia.
Liberdade criativa proveniente desta vivência. Criaçōes simbólicas que expressam a consciência oceânica. O todo em um.
-     Vivência de Yoga Dance – Fortalecimento e consciência do corpo e integracao corpo, mente, espirito.
-Astrologame- O jogo astrológico que fornece estimulos simbólicos para o autoconhecimento e expressaão criativa.
    -    Campos de Meditacão - Prática Intensiva de meditacōes.
    -    Campo de Realização Criativa. Disponibilidade de materiais e espaços para a livre manifestacao criativa em Oficinas de Pintura, dança e música.
    -  Oceanic Community-   Encontro de seres com o propósito de conhecer, viver e expressar a bela e sutil frangrância da consciência oceânica.  


·      BENEFÍCIOS DA ARTE OCEÂNICA.

- Desinibição e criatividade.
- Expansão da consciência e práticas de centramento
-Percepção das manifestações criativas como documentários psíquicos.
- Acesso ao glossario da astrologia, dos chakras e tarot zen do Osho e entre outros.
-Auxiliar no tratamento de ansiedade (síndrome do pensamento acelerado) e depressão
- Estabelece as conexões entre produção simbólica e o autoconhecimento
-Motivação a protagonizar a própria vida.

Funções do Arteterapeuta Oceânico
Facilitar a meditação
Acompanhar e ser guardião do processo criativo
Ampliar a humanização

Buscar e construir alternativas para as aceleradas mudanças da pós-modernidade.

Música é para a paz...

-->

“Ao experimentarmos a consciência oceânica e sua real fragrância, devemos criar meios para sempre nos lembrarmos quem realmente somos. Isso eu chamo de Arte Oceânica.
video


O buscador e o resgate da alma.




Navegando por profundos mares encontrei o sentido do Buscador.
De início ele parecia inquieto, insatisfeito com tudo. Mesmo posando de vitorioso, tendo alcançado o que todos cobiçam, o buscador almeja nem sabe exatamente o quê. Uns enfiam a cara nos livros ou no trabalho, acreditando poder encontrar assim o alivio da sua angústia, outros buscam fortes emoções, acreditando que movendo as águas dos sentimentos, estarão de alguma forma livre da monotonia. Haja paqueras para mexer os fluídos! Até perceber que os alvos mudam na aparência mas o tédio permanece nas expectativas e no causador.

O buscador muitas vezes nem sabe de si o suficiente para conhecer a origem do seu desassossego mas o que sabemos, e que pode ser de muita importância, é que ele foi amputado de sua alma desde a sua infância. Ele deixou de criar a sua vida alinhado ao seu ser e passou a ser um instrumento social que acredita que vai ser feliz quando alcançar o status de sua estirpe e talvez encontrar algum tipo de alento para a sua dor de viver sem sentido, sem fé na vida eterna.

Quando digo que muitos de nós foi amputado da alma é por que a alma, razão maior de existência espiritual, ainda flui em harmonia a tudo aquilo que é. Nas águas, nos ventos, nas matas, a alma existe por si só, sem a força negativa do pensamento que o corpo nela impregna. Mas o corpo, o eu corpo(!), fato causal para que ela aterrize neste mundo, está desligado de sua origem espiritual . O buscador inconsciente que se distrai mas não se realiza, adoece frequentemente, sofrendo de alergias, de histerias e outros males de hoje em dia.
O corpo precisa relaxar para a alma nele adentrar mas esse é apenas um primeiro momento do resgate. Para manter-se integrado, corpo e alma precisam se casar, entrar num profundo entendimento. Isso por que a alma não pode fazer concessão por que ela é, e o corpo (fielmente representado pela mente) é  quem vai ter de fazer todos os ajustes necessários para ser o anfitrião de si mesmo e reaver o seu sentido dentro da eternidade.A isso chamamos de desenvolvimento espiritual.
Fazendo-me clara com a palavra escrita, depois de um longo processo, quando caminhei instintivamente em direção a plenitude e minha alma foi clarificada com a pintura, a música, a dança, para ser sentida e absorvida.. Admito o quanto pode ser difícil a rendição nesta jornada que parece estar intrínseca a condição humana.
Movida pelo simples fluir na existência, sinto-me inteira e convido a todos para a maior de todas as jornadas, "o resgate da alma". À princípio indicando que ela estará na natureza, vamos preparar o corpo/mente para essa integração, com a dança,  o canto e a pintura vamos integrarmos a nossa verdadeira morada

Sendo assim, clara como a luz do sol. Assino agora o nome que, unificada, eu melhor me expresso.

Anatta Osho

A ARTÍSTICA TRINDADE


A mãe, a filha e a arte oceânica, em performance.


“Insistentemente me reconstruo a cada dia com a Arte Oceânica que me mantém viva e desperta.
Atribuo ao Mestre Oceânico a inspiração que leva a realizá-la.
Na Arte Oceânica não sou autora nem atriz, simplesmente me rendo à dança cósmica, no palco da vida.


Acuado pela noite escura, o coração apertado, temia se dar   
Reconhecendo a direção que iria
Ao deixar-se em sentimento
Seguir o fluxo do vento 

Sem saber se encontrará alento
Vive em adiamento 
Para o sagrado amor alcançar 

Dúvidas incitam o pensamento
Sem definitiva resposta
Segue fingindo, roendo, detendo 

Prende o fluxo, força comportas 
Energia sem rumo entorta
A ascendente serpente que é a rota
Á alma que o corpo exorta   

Poetizo à fúria da mente
Falsa soberana impotente 
Não resistirá ao amor real
Que surgiu na eternidade
Aonde não existe a posse carnal.

Arte Oceânica é arte sem fronteiras. O encontro com a meditação, a astrologia,  a existência oceânica, em cantos, poemas e pinturas. É arte de rua, de palcos e jardins aonde mais fluir as cores em forma de versos.

Anatta Nadeen é arte terapeuta,  facilitadora de vivências, de Astrologia, e Zen Taro.



Arte Oceânica é Arte Iniciática

Arte Oceânica é a expressão que surge da minha iniciação espiritual no caminho abençoado por Osho, o filósofo místico indiano.
Osho (1932- 1990), nos anos 80, encontarou milhares de seguidores no ocidente ao apresentar com muita sabedoria a filosofia da não mente e técnicas de meditação adaptadas ao homem moderno. Suas técnicas incluem danças e catarses que liberam o corpo da rigidez do estresse para alcançar o silêncio da mente ordinária. Sua abordagem, mística e filosófica, foi referência para inúmeros terapeutas e inspiração para artistas e seguidores em diversas áreas de atuação e também deturpada por muitos que aderiram  ao sânias por modismo.
Olhar para si mesmo e desabrochar em liberdade no caminho espiritual, parece estar em conflito com uma cultura cristã que aponta a caridade como salvação, no entanto, o florescimento pessoal é a maior dádiva que um ser humano pode realizar já que assim, estará preparado para assumir o desafio de ser ele mesmo, em essência. Em essência somos amor incondicional e esse amor não descrimina, não separa, mas unifica toda a criação como divina.

Arte Oceânica é a inspiração primordial do caminho espiritual, a percepção de estarmos inseridos e pertencendo a existência. É tambem a jornada para a realização desta inspiração, são as práticas e pesquisas que me  motivam e encorajam a seguir o caminho espiritual que é individual e de todos ao mesmo tempo.


Em mim é o desabrochar do amor em prosas, música, pintura e poesia que apontam para prática devocional. É o encontro com a mãe do mundo, a mãe de Osho e de todos nós.
 
Uma poética de cura que está  ligada a minha jornada espiritual e que pretende tocar o coração de todos que se abram ao mistério da vida, da morte e renascimento.

Arte Oceânica é uma leitura da existência expressa em arte, a arte divina da cura.