Artespa - Estúdio de Arte Oceânica.

Anatta Osh Mystery Schooll  tem como objetivo oferecer os benefícios da Arte Oceânica e capacitar equipe para atuar alinhada a esta visão criativa da consciência.


O conceito de  Arte Oceânica nasceu em uma jornada de autoconhecimento que culminou na iniciação espiritual, quando recebi o sannyas (nome espiritual) MaDeva Nadeen, cujo o significado se aproxima de mãe divina oceânica. Sannyas é tradição de diversas linhas espirituais na Índia em que o mestre concede ao discípulo meios para o seu desenvolvimento e expansão da consciência. No meu caso recebi, além de inúmeras técnicas de meditação, esse novo nome que serviu de foco em meu caminho espiritual e que inspira a arte terapêutica que desenvolvo.
Dentre inúmeros conflitos existenciais, dilemas filosóficos e vivências que expandiram a minha percepção da vida,  experiencio a luz na criação de uma música,  um poema ou uma pintura, que revelam uma síntese. A cada dia se torna mais claro, através de vivências, os conceitos de  ego, self, consciente, inconsciente e outros da psicologia,  muitas vezes usados equivocadamente pela maioria das pessoas.  

Na condição de autodidata, estudo astrologia, psicologia, terapias holísticas, filosofia e tudo o que pode contribuir para estruturar o conhecimento alinhado  as experiências. Pela  formação no magistério e o estudo de Educação Física, me envolvi com projetos de criação uma nova escola, já que morei durante muitos anos no interior e essa era uma das áreas de grande deficiência. No entanto, sofri o preconceito na condição de artista, quando de alguma forma ficava claro que minha vocação espiritual não era cristã mas a esta não se opõe quanto a fé no amor. Religião para mim  não é  importante já que  o mestre que fundou a escola iniciática, não impôs nenhuma doutrina apenas disponibilizou técnicas de meditação milenares adaptadas ao homem moderno e  nos motivava a reflexão filosófica por ser um filósofo. 
Nos últimos anos trabalhei com a pintura em decoração, interpretação de mapa astral e aplicação de Divine Healing, atividades que também exerci voluntariamente para contribuir com minhas pesquisas.
Recentemente, depois de viver um grande abalo em minha vida pessoal e viver meses na Ìndia, reconheci a necessidade de contribuir com a consciência da espiritualidade, já que somente assim, a arte pode contribuir efetivamente na elevação da qualidade de vida, interferindo positivamente na saúde, educação e na cultura universalista para a humanidade. 
Assumi como missão participar na elevação da consciência humana ao atuar com a Arte Oceânica que expressa a visão iniciática, vivenciada por alguns anos.  O objetivo é facilitar a conexão do indivíduo à consciência cósmica, criando para si mesmo e para todo meio que vivemos, condições de realização de nossos potenciais criativos mais elevados.







A ASTROLOGIA NA ARTE OCEÂNICA.

Vemos na imagem abaixo uma mandala astrológica, elaborada com a finalidade de conduzir a apresentação da astrologia transpessoal. Nesta mandala existem pontos que são marcados por planetas (bolinhas coloridas), representações do masculino e feminino ( bonequinhos) e outras quatro que definem direções.( eu, nós, asas e raízes) Essas marcações, que se alteram conforme a data e hora de nascimento, delineiam características individuais que, normalmente o astrólogo, para interpretar um mapa de nascimento, recorre a arquétipos (modelos) da humanidade para expressar características do indivíduo. No entanto, preciso ressaltar que o mais importante é perceber que trazemos conosco a totalidade, ou seja, todos os signos astrológicos, assim como a genética a cada dia desvenda que cada célula, carrega informações de toda uma espécie e as características individuais (aparências e potencialidades), se evidenciam através da disposição dos cromossomas. Desta mesma forma, a individualidade é percebida com a disposição ou arrumação de cada parte (planetas e etc) dentro do todo ( a consciência oceànica). Daí, existe a dinâmica destas características que ampliam a pesquisa para os diferentes ciclos de vida, gerando novas potencialidades. Assim, cada ser humano trás em si a totalidade e a percepção desta totalidade é a consciência oceânica.

Trazemos em nós todos os signos, uns internamente, outros externamente, uns mais evidentes, outros menos, e a transformação (livre arbítrio) se realiza pela alternância em suas manifestações favoráveis ou desfavoráveis na construção da nossa individualidade. O processo evolutivo descarta-se cada vez mais de bloqueios e condicionamentos adquiridos durante a  fase de crescimento , quando valores e condutas culturais se impõem na nossa formação. 
A arte oceânica é a ação objetiva que vai expressar essa percepção proporcionando momentos de interação com o todo, o alivio de sintomas das desconexões (dores), facilitar a transcendência de bloqueios pessoais através do amor, quer também criar meios para trazer á lembrança de que o outro, o sol, a lua, as estrelas, ou seja, todo meio ambiente, está no meio da gente. 
Por isso que muitos sábios afirmam que o amor é a solução para  os problemas da humanidade pois ele nos faz viver essa realidade através do sentimento e não apenas da racionalização como estamos fazendo agora. Poeticamente, a Arte Oceânica é a arte de amar a vida e dar luz a si mesmo, nos conscientizando que o cosmo, cujo significado é perfeição, está dentro de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário